SEGUIDORES

5 de outubro de 2006

Prémio Nacional de Cultura 2006 - I



Anúncio do Prémio Nacional de Cultura e Artes 2006
foto Angop



O Ministério da Cultura (Mincult) anunciou hoje, em conferência de imprensa realizada no Museu Nacional de História Natural, em Luanda, os vencedores das diversas disciplinas do Prémio Nacional de Cultura e Artes 2006.

Fátima Republicano Viegas, Presidente do Júri


O júri foi integrado pelas seguintes personalidades:
Fátima Republicano Viegas– presidente,
Samuel Aço, na disciplina de Investigação em Ciências Humanas e Sociais,
Adriano Botelho de Vasconcelos e João Maiomona, Literatura,
Marcela Costa e Augusto Ferreira, Artes Plásticas.

Fizeram ainda parte dos jurados
Nelson Augusto e Domingos Nguinzani, Dança,
Dionísio Rocha e Angelo Quental, música,
Carlos Alberto Castelhano Dias e Pulquéria Van-Dúnem, Teatro,
Maria João Ganga e Manuel Mariano, nas disciplinas de Cinema e Áudiovisuais.

Eis os premiados na edição 2006:

Investigação em Ciências Humanas e Sociais
Investigador e professor universitário Zavoni Ntondo, pela obra Morfologia e Sintaxe do Ngangela

Dança
Ana Clara Guerra Marques, pela qualidade estético-artística das suas representações.

Música
Banda Maravilha, pela singularidade do seu percurso no contexto da música popular angolana.

Literatura
Uanhenga Xito, pela qualidade do conjunto da sua obra literária, cujas produção se iniciou em 1974 com o livro Os Discursos do Mestre Tamoda.

Nas disciplinas de Teatro, Artes Plásticas e Cinema e Audiovisuais não houve vencedores por o júri considerar que as obras apresentadas não apresentaram qualidade compatível com o nível de exigência do prémio.

De periodicidade anual, o Prémio Nacional de Cultura e Artes é uma realização do Ministério da Cultura (Mincult) e visa incentivar a criatividade artística, promover a qualidade da produção do cinema e audiovisuais, os bens culturais e de conhecimento, através da publicação, divulgação e valorização.

O prémio é uma homenagem e incentivo ao génio criador dos angolanos, tendo por fim perpetuar no seio dos cidadãos nacionais ideias tendentes à compreensão das múltiplas formas da criação artística, diversidade das manifestações linguísticas e culturais do povo e da unidade do Estado e da Nação.


»»» Desenvolvimento






5.10.2006

1 comentário:

Elizete disse...

Faço parte dos 8727 visitantes que por aqui já passaram.
Venho, sorrateiramente, apreciar o teu belo trabalho.
Hoje, apeteceu-me registar a minha presença.