SEGUIDORES

18 de abril de 2007

Plástico Assassino




Façamos de conta.

Imagine-se na pele de uma tartaruga, qualquer que seja a espécie.

Com a placidez natural com que a Natureza o(a) dotou você vagueia, literalmente, como tartaruga-marinha nas águas imensas do seu habitat.

Subitamente avista à sua frente um delicioso petisco, ondulante, gelatinoso e transparente, uma medusa, a sua base alimentar. Veio mesmo a calhar. Aproxima-se e abocanha-o com sofreguidão.

Mas que é isto? Há qualquer coisa de errado com esta medusa, no sabor e, agora reparou, na textura...

Você, tartaruga, não sabe dos milagres inventados pelo Homo dito sapiens. Nunca virá a saber que este género (super)predador inventou uma coisa chamada plástico. É disso que você está a tentar desembaraçar-se. Infrutiferamente.

Você vai morrer asfixiado(a)...


... Agora que já voltou à sua condição anterior de Homem, pense nisto:



O plástico é um perigo mortal para as tartarugas.



Atente bem no destino que dá aos sacos de plástico onde transportou o frango, as hortaliças ou a fruta.



O plástico é um produto não-biodegradável.

Demora entre 200 e 500 anos a degradar-se.


Sempre que se veja forçado a utilizar sacos de plástico guarde-os e reutilize-os.

De preferência utilize sacos de papel reciclado ou reciclável.

Pela sua Saúde, pela preservação da sua própria espécie, trate a Natureza como se do seu próprio sangue fosse. Afinal você é uma das inúmeras Maravilhas da Natureza.

No sítio da Corrida http://www.greatturtlerace.com/ siga estes links:

»» Leatherback World: On The Brink

»» Enter the Leatherback World

»» Phooey on Plastic Bags (2º Triângulo a contar do cimo)

admário costa lindo
última actualização: 18.04.2007 22H00



1 comentário:

delta disse...

É sempre de louvar estes apelos...

Tudo de bom!

http://rafricanos.no.sapo.pt/ritmosafricanos.html